11-12-13

Foi só um sorriso e foi por amor.

Quando vi aquela barba ruiva em meio à multidão, pude sentir um aperto forte no peito esquerdo. Era como se ele estivesse mais perto do que eu imaginava. Fui ao encontro do meu barbudo preferido, e a pergunta saiu quase que por acaso. Onde está ele, ele vem?
Um sorriso em meio aquela barba de “Noel”, e a palavra “surpresa” saiu meio sem querer né? Ou foi uma indireta? Sinceramente, não conseguia conter o sorriso bobo que invadiu o meu rosto. Eu o veria, depois de dois anos ou mais?
Ah, eu o vi! Meu amor, meu real amor. Desculpe-me outros, mas depois dele os outros são os outros e só. O sorriso mais lindo e olhar mais terno que há, meu coração é dele e de mais ninguém. O dia mais emocionante da minha vida e lá estava ele para me aplaudir e me parabenizar.
O local se encontrava abarrotado de gente com sorrisos de alegria absoluta em seus rostos maquiados, outros seguravam faixas. E eu, apenas não podia me conter, mas me contive. Queria correr para os braços dele, suspirar e dizer o quando estava feliz por vê-lo ali. Escutei meu nome ser anunciado, diga-se, em alto e bom som. Caminhei atordoada, no meio de estranhos e alguns conhecidos, sem entender o porquê da gritaria toda. Pude avista-lo em meio aquela multidão eufórica, comemorando tanto quanto os que conviveram comigo a vida toda.
Eu ria por dentro e sorria atônita por fora, o olhava distante e desejava abraça-lo. A última vez que o havia visto era tarde ensolarada de dezembro. Abraçamos-nos, desejamos-nos boas festas e tiramos uma foto que ainda guardo comigo.
Ao final de toda emoção, sorrisos, sentimento de “missão cumprida”, aproximei dele e sorri, o abracei como toda a força que tinha. E ao meu ouvido ele disse: “Quanto tempo, estava com saudade” e depois, parabenizou-me. Sinceramente, ouvi-lo dizer que se lembrava de mim e sentia saudade foi a melhor coisa da noite. Melhor que receber o canudo com a conclusão do Ensino Médio. Ele era o que eu amava e a melhor lembrança do meu Ensino Médio. Queria dizer a ele que nada nos impedia de ficarmos juntos, nem a diferença de idade, nem aquele pequeno detalhe que acabara de se tornar um nada para nós.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s